Quem Tem Direito ao Bolsa família [Como Cadastrar e Receber]

Desde que foi criado e até os dias de hoje, o Bolsa Família já ajudou milhares de famílias do Brasil a saírem da pobreza e garantir uma forma de sustento diário. No entanto, inda há muitas dúvidas a respeito desse benefício e sobre quem tem direito ao Bolsa Família.

O fato é que é por meio desse programa que o governo conseguiu obter alguns avanços na diminuição da pobreza que tem níveis tão altos no nosso país.

O que acontece é que, para poder participar do programa e receber os benefícios, é preciso que os cidadãos cumpram alguns requisitos importantes. Somente nessa condição é que alguém poderá receber mensalmente o valor oferecido, que varia de acordo com diversas condições.

Então, se você tem dúvidas sobre esse assunto e quer saber um pouco mais sobre quem tem direito ao Bolsa Família, é só continuar lendo pois explicaremos tudo a seguir.

Afinal, quem tem direito ao Bolsa Família?

Primeiramente, é preciso ressaltar que os requisitos para o acesso ao programa do Bolsa Família foram determinados pelo Governo Federal em conjunto com a Caixa.

Sendo assim, se a dúvida é quem tem direito ao Bolsa Família, a regra geral é que o acesso é oferecido para famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Sendo assim, o programa é oferecido para famílias com renda mensal de até R$ 85 por pessoa.

Pode se aplicar também a famílias com renda mensal de R$ 85 a R$ 170, mas que incluam uma gestante, nutriz, crianças com idade entre 0 e 12 anos e adolescentes até 15 anos de idade.

Também têm direito ao Bolsa Família as famílias com renda mensal entre R$ 0 até R$ 170 por pessoa que incluam adolescentes entre 16 e 17 anos de idade.

Para que seja possível se manter elegível ao recebimento desse benefício, é fundamental que o responsável por essa núcleo familiar mantenha os dados sempre atualizados no CadÚnico.

É por meio das informações desse sistema que será verificada a possibilidade de concessão do benefício. Mais do que isso, sempre que houver alguma alteração relacionada a escolaridade, renda, endereço e outros é importante atualizar os dados desse cadastro.

É importante lembrar que o fornecimento de dados incorretos pode levar à suspensão do benefício, bem como a não atualização adequada desses dados.

Entendendo melhor sobre quem tem direito ao Bolsa Família

Quem tem Direito

São muitos os cidadãos brasileiros que têm direito ao Bolsa Família, porém não recebem o benefício pelo simples fato de que desconhecem as regras do programa, bem como o seu funcionamento.

Pois bem, para quem não sabe, o Bolsa Família é um dos vários programas assistenciais do Governo Federal, que foi criado ainda no ano de 2003. O seu principal objetivo é ajudar as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza, através do pagamento de um benefício com valor em dinheiro, de acordo com a classe salarial do cidadão.

Como já foi explicado, para que um núcleo familiar possa ter acesso ao Bolsa Família é preciso que esteja adequada aos requisitos do programa que são previstos por lei.

Quem faz a seleção que decide quem tem direito ao Bolsa Família é o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

O primeiro passo para isso é que a família esteja devidamente inscrita no Cadastro Único.

Como fazer o Cadastro Único?

Agora que você já sabe quem tem direito ao Bolsa Família, é importante saber como realizar o cadastramento para poder começar a receber o benefício oferecido pelo Governo Federal. No entanto, lembre-se que é essencial estar de acordo com os requisitos explicados anteriormente.

Caso você ainda não possua o cadastro necessário, será preciso ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua cidade para solicitar o atendimento.

É importante levar todos os documentos pessoais do representante responsável, dos familiares e também dos dependentes. Mais do que isso, também será necessário apresentar algum documento de comprovação de renda, comprovante de endereço e uma declaração escolar de que as crianças da família estão frequentando a escola.

Também é essencial que o responsável pela família mantenha esses dados atualizados no cadastro, bem como faça a comunicação de alterações, quando houver alguma mudança ou a cada dois anos.

Caso não haja a atualização desses dados, existe a possibilidade de suspensão do benefício, fazendo com que a família perca o seu direito ao Bolsa Família.

Quanto aos pagamentos do benefício das famílias devidamente cadastradas e dentro dos requisitos, é sempre feito de acordo com o calendário de pagamentos do Bolsa Família, que é divulgado todos os anos pela Secretaria da Saúde.

A ordem do pagamento determinada em calendário é feita considerando o último número do NIS, presente no cartão do Bolsa Família. O cálculo é feito pelo órgãos responsáveis e é possível acumular benefícios de acordo com a composição familiar.

Pronto, agora você já sabe quem tem direito ao Bolsa Família e pode conferir se sua família se enquadra para começar a receber esse benefício do Governo.

Leave a Reply