Renda per Capita do Bolsa Família [ Qual é o valor? Veja Aqui ]

O Bolsa Família é um Programa de distribuição de renda do Governo Federal que ajuda milhares de famílias do país que vivem em situação de extrema pobreza. No entanto, muitos ainda têm dúvidas sobre qual o valor da renda per capita do Bolsa Família.

O fato é que essas dúvidas são comuns, afinal, o Programa tem vários pontos de análise, diversos requisitos e até mesmo uma série de condicionalidades que ajudam a escolher as famílias que mais precisam dessa ajuda financeira.

Então, se você também quer saber mais sobre qual o valor e o cálculo feito sobre a renda per capita do Bolsa Família, continue lendo que é justamente sobre esse assunto que falaremos aqui hoje.

Renda per capita do Bolsa Família 2020

Todo mundo sabe que o principal objetivo do Programa Bolsa Família é ajudar as famílias mais carentes do nosso Brasil. No entanto, é fato também que poucos sabem quais são as reais condições que são determinadas para o recebimento desses valores pelas pessoas em situação de pobreza e extrema pobreza.

O que acontece é que para que possamos explicar melhor qual é a renda per capita do Bolsa Família, antes, precisamos entender bem o conceito que envolve isso, para entender o requisito ao qual uma família precisa se enquadrar para receber um benefício.

  • Entendendo o que é a renda per capita

A renda per capita nada mais é do que, em outras palavras, a “renda por pessoa” de um determinado núcleo familiar. Para entender e calcular isso, e preciso somar todas as entradas e rendas obtidas e depois dividir pelo número de pessoa que estão compondo esse grupo.

Dicamos que a família é formada pelo pai, a mãe e mais 3 filhos. Nesse caso, é preciso somar as rendas de todos os que contribuem com a casa e dividir pelo total de integrantes.

  • Como fazer o cálculo da renda per capita

Antes mesmo de falarmos diretamente sobre a renda per capita do Bolsa Família, vamos entender como fazer esse cálculo.

Pois bem, como já foi explicado, deve-se somar todas as entradas de renda que uma família possui vindo de seus integrantes. A soma deve ser dividida pelo número de pessoas que moram nessa casa.

Voltando ao exemplo de uma família de 5 pessoas, sendo um homem, uma mulher e três filhos menores. Digamos que apenas o homem e a mulher trabalham, pois são os únicos maiores de idade.

Se trabalharem informalmente, podem ter um rendimento bem baixo e vamos supor que um deles recebe R$ 300 e o outro recebe R$ 200 por mês.

Dessa forma, a renda mensal dessa família seria de R$ 500. Como a família é composta por 5 pessoas, temos que dividir esse valor por 5, ou seja, teremos uma renda per capita de R$ 100.

Nesse caso, essa família fictícia teria direito a participar do Programa Bolsa Família, como veremos mais logo a seguir.

O que é preciso para participar do Programa Bolsa Família?

Direito Bolsa Família

Como já foi explicado, para participar do Programa a família deve estar de acordo com alguns requisitos, sendo que a renda per capita é um deles.

Dessa forma, o Governo considera que é importante das assistência às pessoas que estão em situação de pobreza e extrema pobreza, de acordo com esses critérios de renda per capita do Bolsa Família:

  • Situação de extrema pobreza

Famílias que possuem uma renda per capita de até R$ 89,00. Esse é um caso em que a família anão precisa possuir gestantes, nutrizes ou menos de idade para participar. Mais do que isso, o cidadão que morar sozinho também pode contar com esse benefício.

  • Situação de pobreza

Nesse caso, estão as famílias que possuem uma renda per capita que fica entre R$ 89,01 e R$ 178. No entanto, nesse caso, só poderão receber aquelas famílias que tenham na sua composição gestantes, menores de idade e mulheres que amamentam.

Vale lembrar que esses são os critérios válidos para o ano de 2020 e 2021, embora esses valores possam mudar sempre que houver aumento do benefício. É por isso que é essencial estar sempre com as informações atualizadas no Cadastro Único e se manter bem informado.

Renda per capita do Bolsa Família máximo

Pois bem, visto que o Bolsa Família é um programa que visa assistir as famílias de mais baixa renda, não faz sentido nenhum que se defina uma renda per capita mínima para a participação.

No entanto é bastante justo que se defina uma renda per capita máxima no Bolsa Família, pois ele entende que pessoas com uma renda superior a esse limite já podem se manter sem a ajuda do Governo.

Dito isso, a renda per capita máxima é a seguinte:

  • R$ 89 para as famílias que precisem
  • R$ 178 para famílias que tenham menores de idade, grávidas e mulheres amamentando na sua composição

Se você não estiver dentro desses critérios, não terá o direito a receber esse benefício do Governo, que hoje atende milhões de famílias que mais precisam.

Pronto, agora você já conhece todos os detalhes da renda per capita do Bolsa Família, como calcular e como é feita a seleção do Programa!

Leave a Reply